O NASCIMENTO DOS DENTINHOS

Vamos falar sobre o primeiro grande problema na vida dos bebês, depois é claro, das vacinas nossas de cada mês. O assunto da vez é: DENTE!
Explico bastante isso nas consultas de puericultura, mas vou falar aqui alguns detalhes como me pediram. A fase oral do bebê começa em torno de 3 meses de idade. Essa é aquela fase que “tudo vai pra boca”, especialmente e preferencialmente a mão! Vou explicar: a fase oral é uma fase muito importante no crescimento e desenvolvimento do bebê. A boca vira literalmente o centro das atenções! Deixa o bebê ser feliz! E reforce sempre que possível: “em mão de bebê não se pega!”
Raramente aos 3 meses os bebês apresentam dentes! Geralmente a gengiva fica enxadinha e coça bastante. E um dos sinais mais evidentes é uma sialorreia (excesso de saliva) e aquela irritação legal. Só que não! Fase difícil! Chata, dá uma pena danada, mas passa! Os dentes costumam aparecer aos 5 – 6 meses de idade. Bora aliviar esse incômodo?!
Oferecer mordedores emborrachados que podem ir à geladeira aliviam bastante o incomodo. E garantem alguma distração, mesmo que momentânea! O picolé de leite materno foi uma invenção genial! Oferece alivio alimentando naturalmente o bebê! Existem ainda no mercado, algumas pomadinhas que podem aliviar esse momento de tensão também. Mas atenção! essas pomadas devem ser prescritas pelo seu Pediatra e deve ser explicado a você como usar. Elas possuem anestésico em sua formulação e por isso devem ser usados com cautela. Os colares de âmbar são uma alternativa natural para alívio do incômodo também. Apesar de não termos uma comprovação científica, é uma tentativa em muitos casos.
Não posso deixar de lembrar que é importante a limpeza desse dentinho desde que ele aponta. Indico as dedeiras de silicone. Não machucam e conferem uma limpeza legal.
Converse com seu pediatra pra saber a opinião dele. E, lembre-se, paciência é fundamental. É ela que oferece a confiança que o bebê precisa em todas as fases.
Dra. Fernanda Catharino (Pediatra)
CRM- 52.75682-2 / RQE- 27448
Pós graduanda em Nutrição Materno Infantil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ADAPTAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

TOQUE AFETIVO

A IMPORTÂNCIA DAS FÉRIAS PARA AS CRIANÇAS