A CRIANÇA E A MATEMÁTICA



Não há quem escape à Matemática. Temida, odiada ou amada, a "danada" está lá, não só nas disciplinas escolares, mas também, em nosso dia a dia, desde o momento em que acordamos até a hora de dormir. Seja lidando com o despertador, seja contanto as gotas do remédio ou seguindo uma receita. Interessante não é? Ela está no tempo, no preço e nas calorias. No cronômetro, nas contas a pagar, nos metros quadrados da casa e na capacidade de suco da garrafa. É forma de comunicação com o mundo. A questão é como fazer a mediação entre esse conhecimento e os filhos? Como ajudá-los a perceber (e aprender) com a matemática do cotidiano?

É posto que a Matemática e seu ensino têm ganhado novas reconfigurações. Os modelos tradicionais com ênfase apenas no cálculo, na técnica de procedimentos têm perdido lugar para novas formas de ensinar e aprender este conteúdo. Kamil, nos diz que crianças ativas e curiosas (como as nossas) não aprendem Matemática memorizando, repetindo e exercitando, mas resolvendo situações-problema, enfrentando obstáculos cognitivos e utilizando os conhecimentos frutos de sua inserção familiar e social. E aonde os pais e educadores entram nisso?

Que tal trazer a matemática automática do dia a dia para a reflexão? Na ida ao mercado, a criança pode nos acompanhar e nos ajudar reconhecendo e selecionando itens por categorias, enchendo os saquinhos, contando unidades e dúzias, estimando o peso dos itens ensacados ou fazendo os cálculos do troco diante do que será pago.

Ainda podemos incluí-los no acompanhamento do seu próprio peso, observação da sua altura e tamanho dos pés, dentre outras inúmeras possibilidades, de forma natural, prática e lúdica.
E que tal o exercício de superar os medos e receios do passado (se existem) e despertar nos pequenos a vontade de experimentar a matemática que está na vida, e não apenas nos livros. Aproveite e divirta-se com os pequenos!
Sugestão: FANTASTICAMENTE
Na brincadeira do faz de conta também é possível imaginar situações problemas do dia a dia. Criar um mercado, planejar as compras e os gastos, contar unidades e dezenas da lista são atividades lúdicas matemáticas que FANTASTICAMENTE e naturalmente os pais e educadores podem inserir a na vida das crianças. O Educa para Pais propõe uma reflexão importante sobre o assunto...

Texto fornecido por Educa Para Pais.
Instagram - @educaparapais
contato@educaparapais.com



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ADAPTAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

TOQUE AFETIVO

A IMPORTÂNCIA DAS FÉRIAS PARA AS CRIANÇAS