OS SENTIMENTOS E A CRIANÇA



Nascemos com instintos. Se estamos com fome, sede, sono, frio, calor choramos.

Não sabemos expressar de forma diferente o que nos incomoda, então choramos. Desta forma chamamos a atenção de alguém que possa nos ajudar e resolver o problema.

Aos poucos vamos crescendo, com o desenvolvimento da fala e a compreensão do que está acontecendo, começamos a falar: água, se estamos com sede, banheiro, se estamos apertadas.

No entanto existe o desenvolvimento cognitivo, e a explosão de sentimentos que não sabemos lidar. 

O medo, a raiva, a frustração, a tristeza, a alegria. Se estamos com medo de algo ou alguma situação, nos retraímos. Se estamos com raiva jogamos as coisas no chão, gritamos. No fundo não fomos ensinados a lidar com nossos sentimentos, entendendo qual é o motivo real de estarmos nos sentindo assim e como expressar de uma forma sem ferir, magoar ou fazer um mau comportamento na visão dos adultos. No fundo, a forma com que as crianças expressam suas emoções é o jeito que encontraram de se expressar. De mostrar para o Papai e a mamãe que sentem medo quando ficam sozinhos no escuro pra dormir. De mostrar que estão tristes e frustradas porque não conhece nenhum amiguinho pra brincar na festa. De mostrar que quer atenção, carinho e olho no olho quando chega da escola e os pais não saem do celular.


Toda expressão da criança é uma forma de transmitir uma necessidade dela. Seja atenção, carinho, fome, cansaço. Todo comportamento inadequado na sua visão é uma solicitação não atendida. Afinal como nos comportamos quando não temos nossas necessidades ou expectativas atendidas?


A medida que vamos amadurecendo, e crescendo aprendemos a traduzir os nossos sentimentos, lidar com as frustrações e traduzir em palavras o que se passa realmente conosco. A medida que expressamos estas emoções em palavras, ensinamos nossos filhos a lidarem com suas emoções. Se conseguimos traduzir as emoções dos nossos filhos, perguntamos e validamos com eles se esta tradução é real. Conexão emocional com os filhos é conhecer e saber identificar suas emoções e aprender junto com eles sobre como lidar com cada sentimento.

Isabela Cotian

Psicóloga e Coach de Mães

www.isabelacotian.com

@isabelacotiancoach




A seguir produtos ligados ao tema que vocês poderão encontrar em nosso site.


O Que Você Sente?, https://tinyurl.com/y2lg6pr8

Quase Morri de Raiva, https://tinyurl.com/y5xz9csy

Carinhas - Menina, https://tinyurl.com/yy7zz7xm

Carinhas - Menino, https://tinyurl.com/y24h2oqu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ADAPTAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

TOQUE AFETIVO

A IMPORTÂNCIA DAS FÉRIAS PARA AS CRIANÇAS