TRIAGEM AUDITIVA NEONATAL






Quando seu filho nasceu, você fez o teste da Orelhinha? Você sabia que este exame é lei e TODAS os neonatos precisam fazer a triagem auditiva antes da alta hospitalar?
A prevalência geral dos déficits auditivos incapacitantes situa-se em torno de 3 por 1.000 nascidos vivos, podendo ser de origem congênita, hereditária ou adquirida.
Entre as causas da perda auditiva pré-natais, estão: as infecções intra-uterinas, alcoolismo materno, diabetes gestacional, toxemia gravídica etc.
As causas perinatais podem ser: parto prematuro, hipóxia, hiperbilirrubinemia, hipertensão pulmonar persistente associada à ventilação mecânica e necessidade de oxigenação extracorpórea e septicemia com necessidade de medicamentos ototóxicos. As causas pós-natais podem ser determinadas como: infecções pós-natais, principalmente a meningite, otites médias recorrentes ou persistentes, traumatismo craniano, doenças degenerativas, como síndrome de Hunter, ou neuropatias sensório motoras, como ataxia de Friedrich e Charcot-Marie-Tooth. Ainda devem ser citadas as síndromes genéticas associadas à perda auditiva, anomalias craniofaciais, inclusive as malformações de pavilhão auricular e meato acústico e a história familiar de surdez na infância. Os recém-nascidos que apresentam tais intercorrências são considerados de alto risco para problemas auditivos ao nascimento.
Sendo assim, em 1994 o Comitê Americano endossa a triagem auditiva neonatal universal. Portanto, um programa de Triagem Auditiva deve ter como objetivo avaliar TODOS os recém-nascidos ainda dentro do hospital antes da alta e a metodologia utilizada deve detectar todas as crianças com perda.
A triagem auditiva é um exame rápido e indolor, realizado por fonoaudiólogos e deve ser entendida como um procedimento necessário, benéfico e justificável, quando se considera a importância que a detecção precoce tem para favorecer o desenvolvimento adequado da criança.
Caso você não tenha realizado, corra e converse com o seu pediatra o quanto antes.

Dra. Isabela Côrtes-Andrade
Diretora Executiva da Clínica AudioNit Centro Auditivo
Instagram: @audionit_centroauditivo
Audiologista pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia  
Mestre e Doutora pela PUC/SP em audiologia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O MUNDO DA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN

CORONAVÍRUS

COMO FAZER UM DESENHO ANIMADO COM SUA CRIANÇA.