AÇÚCAR ANTES DOS DOIS ANOS, NÃO! MAS POR QUÊ?




AÇÚCAR ANTES DOS DOIS ANOS, NÃO! MAS POR QUÊ?

Ao contrário do que afirmam os palpiteiros de plantão, não é chatice ou frescura das mães que sabiamente optam por não oferecer açúcar antes dos 2 anos para os seus bebês é recomendação oficial da OMS (Organização Mundial da Saúde), do Ministério da Saúde e de outros órgãos oficiais.
Essa restrição inclui: petitsuisses, sucos artificiais e de caixinha, biscoito maisena, doces em geral, refrigerantes e até farinhas engrossantes. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Vamos entender os motivos?
Principalmente até os 2 anos de idade a criança está em processo de formação de hábitos e tende a "acostumar" o paladar ao extremamente doce o que frequentemente faz com que os pequenos passem a rejeitar outros sabores.
Por ser uma caloria vazia (zero nutrientes) há um maior risco de desenvolvimento de sobrepeso/obesidade na infância que predispõe a se manter na vida adulta. Além de aumentar a chance de ocorrência de doenças como diabetes, hipertensão e colesterol alto.
Se desde muito cedo os pequenos são apresentados por exemplo, aos refrigerantes, doces ou quaisquer produtos ricos em açúcar, dificilmente aceitarão frutas ou sucos naturais mais tarde.
O açúcar tem alto potencial em gerar cáries dentárias nos futuros dentinhos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Além disso, o risco de desmame precoce é muito maior quanto mais cedo as crianças forem apresentadas aos sucos de caixinha, bebidas açucaradas artificialmente, biscoitos/ bolachas doces ou engrossantes.
E principalmente, a adição precoce do açúcar no dia a dia dos pequenos dificulta e muito a criação de bons hábitos alimentares e ainda atrapalha a rotina porque se o corpo está repleto de açúcar não há fome, o que atrapalha a aceitação das refeições saudáveis nos horários adequados.
Veja que não falo aqui em proibir o consumo de açúcar ou produtos que o contenha, mas, sim, retardar a introdução deles no dia a dia das crianças. Haverá sim o momento em que ela experimentará algo em festinhas ou na escola e tudo bem, faz parte da vida social.
Porém, quanto mais tarde for a oferta de açúcar menos interesse gerará na criança e mesmo quando vier a experimentar, não se interessará tanto quanto aqueles que desde muito cedo acostumaram-se ao sabor doce.

Orkanda Marques
Nutricionista
CRN4 02100595

CONTATOS:
Celular 21 96884 7039 (WhatsApp)
Instagram: @sabermaterno.nutricao
Facebook sabermaterno.nutricao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ADAPTAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

TOQUE AFETIVO

A IMPORTÂNCIA DAS FÉRIAS PARA AS CRIANÇAS